Projects


Convidada: Cátia Domingues (humorista e guionista) Moderação: Joana Dias (Academia Cidadã) Quando: 21 de abril de 2020, às 21h30Onde: Com Calma – Espaço Cultural (R. República da Bolívia 5C, Benfica, 1500-475 Lisboa) O politicamente correto pode ser sinónimo de educação ou, pelo contrário, de uma espécie de censura. Algumas pessoas vêem-no como a ditadura da maioria. Outras entendem-no como um inimigo imaginário. O termo é utilizado pela primeira vez nos EUA no final dos anos 80, para criticar professores e académicos que utilizam um tipo de discurso radical de esquerda para moldar as mentes da juventude norte-americana. A extrema-direita vai mais longe, substituindo-o pelo termo “marxismo cultural”, que estará a tomar conta da cultura ocidental para a destruir. Então, o politicamente correto realmente existe? Será que a liberdade de expressão, enquanto direito fundamental consagrado na Declaração Universal dos Direitos Humanos, deve incluir o direito a ofender, denegrir ou discriminar pessoas? […]

O politicamente correto limita a liberdade de expressão? CONVERSAS #nuncamais


Convidada: Maria Gil (ativista cigana) Moderação: João Labrincha (Academia Cidadã) Quando: 19 de maio de 2020, às 21h30Onde: Com Calma – Espaço Cultural (R. República da Bolívia 5C, Benfica, 1500-475 Lisboa) Existe uma comunidade que vive há séculos em Portugal mas que continua a ser vista como não portuguesa. Sofre(u) perseguições, expulsões e deslocações forçadas e hoje é acusada de não se querer integrar. O que é afinal a “integração”? Implica a anulação de tradições para se adaptarem à maioria? É a maioria que deve integrar as práticas da minoria? Ou é possível uma convivência complementar? É a extrema-direita única responsável pela propagação de preconceitos ou apenas o veículo de uma opinião generalizada? Estes são os motes de uma conversa para a qual convidámos Maria Gil, mulher cigana, ativista antirracista e feminista. Vens conversar connosco? Evento no Facebook Na terceira terça-feira de cada mês (exceto em dezembro, que será no […]

Os ciganos não se querem integrar? CONVERSAS #nuncamais



Convidada: Alexa Santos (INMUNE – Instituto da Mulher Negra em Portugal)Moderação: Francisco Venes (Academia Cidadã) Quando: 16 de junho de 2020, às 21h30Onde: Com Calma – Espaço Cultural (R. República da Bolívia 5C, Benfica, 1500-475 Lisboa) A conquista de espaço e voz política por parte de movimentos LGBTI+ e feministas tem originado nos últimos anos uma reação de movimentos conservadores que atacam uma suposta “ideologia de género”, destruidora dos valores da “família tradicional”. Mas o que é esta ideologia? E o que é a família tradicional? Como é que as construções de género condicionam as nossas vidas? Quem é que, no fim de contas, não deixa as crianças em paz? Para esta conversa convidámos a Alexa Santos, do INMUNE – Instituto da Mulher Negra em Portugal, feminista, ativista LGBTI+ e queer, autora do blog “Queering Style”.Vens conversar connosco? Evento no Facebook Na terceira terça-feira de cada mês (exceto em dezembro, […]

A “ideologia de género” destrói a família tradicional? CONVERSAS #nuncamais


Convidadx: Tavares (Rede Ex Aequo) Moderação: Mariana Rodrigues (Academia Cidadã) Quando: 15 de setembro de 2020, às 21h30Onde: Com Calma – Espaço Cultural (R. República da Bolívia 5C, Benfica, 1500-475 Lisboa) Em Março de 2019, Portugal assistiu a um debate público, alimentado por falsas acusações e desinformação, sobre a endoutrinação de ideologias de género causada pelas formações do Projecto Educação LGBTI nas escolas básicas e secundárias em Portugal. O Estudo Nacional sobre o Ambiente Escolar, do ano lectivo anterior, revela que 61,1% das pessoas inquiridas afirma ouvir comentários homofóbicos na escola “de forma regular ou frequente” e três quartos dos estudantes afirmam que nunca assistiram a uma abordagem positiva sobre questões LGBTI nas aulas.No início do ano lectivo 2020/21 convidámos Tavares da Rede Ex Aequo para conversarmos sobre os 14 anos deste projecto educativo, o impacto desta formações e os desafios atuais.Vens conversar connosco? Evento no Facebook Na terceira terça-feira […]

Formações LGBTI em escolas subvertem as crianças? CONVERSAS #nuncamais



Quando: 20 de outubro de 2020, às 21h30Onde: Com Calma – Espaço Cultural (R. República da Bolívia 5C, Benfica, 1500-475 Lisboa) Moderação: FumaçaConvidadx a definir em parceria com o Fumaça Evento no Facebook Na terceira terça-feira de cada mês (exceto em dezembro, que será no dia 10), às 21h30, no Com Calma – Espaço Cultural (Benfica), lançaremos uma nova pergunta provocatória, baseada num preconceito, estereótipo ou bode expiatório veiculado pelos movimentos neofascistas. Junta-te a nós e vem refletir, discutir e encontrar estratégias para desmontar discursos discriminatórios, xenófobos e simplistas. Fascismo #nuncamais (25 de abril sempre)!Este é o mote da campanha da Academia Cidadã para valorizar e fortalecer a democracia, identificando, desconstruindo e eliminando práticas anti-democráticas. “Conversas #nuncamais” são a primeira de muitas atividades da “Campanha #nuncamais”, pensada para combater o crescimento da extrema-direita em Portugal. Programação completa das Conversas #nuncamais (25 de abril sempre)! Ouve em podcast aqui, no Spotify […]

As fake news elegeram Trump e Bolsonaro? CONVERSAS #nuncamais


4
Caros Eurodeputados que votaram contra a Resolução sobre a Busca e o Salvamento de Vidas Humanas no Mediterrâneo, Uma Europa que deixa os vizinhos implorando auxílio a morrer à sua porta não pode ter orgulho no que se tornou. Sabendo da orientação de voto por vós exercida no Parlamento Europeu, a 24 de outubro, vimos expressar o nosso profundo repúdio. Pois ela desrespeita frontalmente a Declaração Universal dos Direitos Humanos, nomeadamente o direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal (artigo 3º), o direito de abandonar o país em que se encontra, incluindo o seu (13º), e o de procurar asilo noutros países (14º), entre outros. Temos vergonha e asco dos votos que exerceram por cruelmente negarem os princípios mais básicos de dignidade e proteção da vida humana. O vosso voto não representa os portugueses mas uma mentalidade oportunista, assente no calculismo político-partidário, que mostra a face de uma […]

Repúdio aos Eurodeputados que votaram contra a Busca e Salvamento no Mediterrâneo



Notícias de Coimbra Julho 10, 2019 Organizações nacionais e locais estão contra a pesquisa de hidrocarbonetos previstos para as localidades de Aljubarrota e Bajouca, no distrito de Leiria, e iniciam no sábado a primeira ação de protesto, foi hoje anunciado. A campanha Linha Vermelha, desenvolvida pela Academia Cidadã em parceria com o coletivo Climáximo, promove no sábado uma ação de tricô na Bajouca “com o intuito de despertar consciências” e prevê juntar dezenas de pessoas de todo o país, mais os residentes locais. “Iremos ao local do furo [Bajouca] tricotar e fazer crochet com a população local e mostrar as nossas linhas vermelhas, que simbolizam o limite que a empresa não pode passar”, afirma João Costa, um dos coordenadores da Campanha Linha Vermelha, citado em nota de imprensa. A ação simbólica serve, segundo os organizadores, para mostrar solidariedade para com a população local, que está contra o furo que a […]

NOTÍCIAS DE COIMBRA: Organizações protestam contra prospeção de gás em Aljubarrota e Bajouca


17.07.2019 às 15h42 A manifestação e a dita “ação” ou ocupação do terreno da empresa australiana que assinou um contrato com o Governo português para abrir um furo de prospeção de gás fóssil na Bajouca, freguesia do concelho de Leiria, vão ser preparadas durante um acampamento cujo programa inclui também workshops, sessões de yoga e meditação, formações e debates sobre alterações do clima e “justiça climática”. A comunidade local é dos principais participantes e convidados. Começa esta quarta-feira e prolonga-se até domingo Helena Bento A marcha tem um propósito claro, que é protestar contra as alterações climáticas e, em concreto, contra os furos de gás e, mais em concreto ainda, contra a empresa australiana que pretende abrir um furo de prospeção e exploração de gás fóssil na Bajouca, freguesia do concelho de Leiria onde vivem cerca de dois mil habitantes, mas incluirá uma “componente” que não se pretende “esconder” e […]

EXPRESSO: Ativistas protestam contra furo de prospeção de gás em Leiria. “Vamos impedir as máquinas de trabalhar”



A Academia Cidadã e o movimento Morar em Lisboa apelam a todas as pessoas, organizações e colectivos em todo o país para apoiarem, subscreverem e promoverem esta Iniciativa. Além de se esperar que a Comissão Europeia integre as propostas enunciadas, depois do Parlamento Europeu apreciar a petição, esta iniciativa é um novo passo na articulação dos povos da Europa por habitação digna. As exigências hoje terão de ser promovidas em vários níveis da governação. Europa e governos nacionais têm responsabilidades partilhadas e determinantes na crise de habitação que afetam a população europeia. Participa! Assina aqui! Porquê uma petição europeia por habitação para toda a gente? Teoricamente, a política de habitação depende dos Estados membro da União Europeia. É por isso que grande parte das ações e da pressão social é dirigida, e bem, aos respetivos governos. No entanto, é preciso reconhecer que a União Europeia (UE) tem uma influência determinante […]

Participa: “Habitação para toda a gente” – Iniciativa de Cidadania Europeia


7 Maio 2019 [Este episódio foi produzido para ser ouvido. Mas pode ser lido em simultâneo. O que se segue abaixo é a transcrição integral de toda a peça áudio, acompanhada de fotos e mapas.] PARTE I – VINAGRE Na Bajouca, em Leiria, as pessoas não sabiam que aí vinha a indústria do gás. As suas casas, locais de trabalho, os cafés e restaurantes onde comem, as igrejas onde rezam, os campos que cultivam, toda esta área foi concessionada. Sem que se soubesse de nada. Os 2.510 km2 de direitos de exploração do subsolo nacional que o Governo vendeu em 2015 dividem-se por 18 concelhos onde moram cerca de 825 mil pessoas. Mas nesta ampla área do Centro-Oeste nacional, há terras onde a indústria petrolífera não é estranha. Em Aljubarrota, por exemplo, há mais de 20 anos que várias empresas já tinham furado e feito campanhas geossísmicas. Já tinham entrado […]

FUMAÇA: Dá-lhe Gás (3/4) A padeira da Bajouca