As conversas provocatórias contra a extrema-direita CONVERSAS #nuncamais


Partilhar / Share

Na terceira terça-feira de cada mês, a Academia Cidadã vai organizar as Conversas #nuncamais, com perguntas provocatórias baseadas num preconceito, estereótipo ou bode expiatório dos movimentos neo-fascistas. Às 21h30, o “Com Calma – Espaço Cultural”, em Benfica, acolherá as iniciativas que também serão transmitidas em direto pelo colectivo PTRevolutionTV e depois transformadas em podcast.

Os ciganos não se querem integrar? A “ideologia de género” está a destruir a família tradicional? As alterações climáticas são uma invenção? As feministas odeiam os homens? O politicamente correto limita a liberdade de expressão? Estas são algumas das perguntas que a organização convidará os presentes a responder.

“Queremos desconstruir discursos simplistas, geradores de medo e ódios, e com isso prevenir o crescimento de movimentos neofascistas em Portugal”, relata Joana Dias, da Academia Cidadã.

“A primeira Conversa #nuncamais será a 19 de novembro de 2019. «A falta de habitação faz crescer a extrema direita?» será a pergunta de partida para o convidado António Góri, do Coletivo Habita!”, informou Leonor Duarte, do Morar Em Lisboa e da Academia Cidadã, que será moderadora participante neste debate.

“A única conversa que não se realizará na terceira terça-feira do mês será no Dia Internacional dos Direitos Humanos, a 10 de dezembro de 2019, com o tema «Os refugiados estão a invadir-nos?», para a qual já confirmou presença Miguel Duarte, que enfrenta uma acusação de auxílio à imigração ilegal por resgatar pessoas da morte por afogamento no Mar Mediterrâneo“, indicou Joana Dias, da Academia Cidadã.

“Quisemos inovar, tanto nos motes como no formato. Disso será exemplo a conversa «Nós portugueses não somos racistas?», a 18 de fevereiro de 2020. Responderemos ao desafio de uma pessoa não-branca que nos desabafou estar algo farta de ser convidada para debates onde pessoas brancas lhe perguntam como não serem racistas. Assumindo que o problema comportamental é da maioria, para debatermos estratégias de não-discriminação de minorias, desta vez, a pessoa convidada será branca, André Amálio, ator e encenador. A moderação participante será feita por Mamadou Ba, da SOS Racismo”, explica João Labrincha, da Academia Cidadã.

“Estas conversas integram a Campanha #nuncamais, que prevê a criação de parcerias de entre-ajuda entre ativistas, associações e partidos, formações a políticos e jornalistas, bem como ações de lóbi e de sensibilização da opinião pública, para as quais ainda procuramos financiamento”, adianta Francisco Venes, um dos fundadores da organização.

«Fascismo #nuncamais (25 de abril sempre)!» é o mote da campanha que terá como objetivo valorizar e fortalecer a democracia, identificando, desconstruindo e eliminando práticas antidemocráticas.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.