Yearly Archives: 2018



70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos Como seria a sociedade sem organizações não-governamentais? Qual é a relevância da Sociedade Civil para a proteção dos Direitos Humanos? Celebra-se os 70 anos da Declaração Universal, mas será que todos os Direitos Humanos estão garantidos para todas as pessoas? No dia 10 de dezembro, poderás conhecer o trabalho de mais de 16 organizações da sociedade civil que trabalham na proteção doos Direitos Humanos em Portugal. Apesar de se celebrar os 70 anos da Declaração Universal, atualmente, os Diteiros Humanos estão sob ameaça na Europa pelo avanço de forças anti-democráticas. Por isso, no dia 10 vamos refletir o papel, a ação e o impacto da Sociedade Civil e ainda iremos discutir um plano conjunto, entre participantes e organizações, sobre uma ação efetiva para proteger os Direitos Humanos e a Democracia numa época em que ambos estão ameaçados. O #NoDayWithoutUs é um evento […]

Nenhum Dia Sem Nós – 70 Anos de Direitos Humanos – 10 de Dezembro



Convite à Sociedade Civil de Portugal   No âmbito do 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, o European Civic Forum (ECF) está a mobilizar-se! O NO DAY WITHOUT US é um conjunto de ações simultâneas que terão como objetivo disseminar o impacto de muitos coletivos da sociedade civil que trabalhem na proteção dos Direitos Humanos. Este conjunto de ações decorrerá por diversos pontos da Europa no dia 18 de dezembro de 2018. As ações estão a ser organizadas por organizações-membro do ECF. Estas visam não só celebrar os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, como também sensibilizar as pessoas para a importância da sociedade civil na defesa do que este documento representa. Enquanto organização membro, a Academia Cidadã está responsável pela organização da ação em Lisboa. De modo a promover o impacto da sociedade civil em Portugal, pensamos em facilitar um evento onde estarão presentes membros […]

NO DAY WITHOUT US!


Bremen, Alemanha | 21 Out – 1 Nov DESCRIÇÃO O objetivo principal do intercâmbio juvenil  “Intercultural Performance for Social Change!” é capacitar e equipar jovens com as competências necessárias para encontrar soluções criativas para questões sociais e várias formas de comunicação que tocam as pessoas nos níveis mais profundos de consciência através da arte e da cultura. Juntos, queremos descobrir e explorar tradições e hábitos por trás das histórias de jovens com diferentes experiências e origens.   OBJETIVOS apoiar e encorajar a beleza da diversidade e os benefícios do diálogo intercultural com artes e métodos de educação não formal entre jovens de diferentes culturas; desenvolver a criatividade, a autoconfiança e a autodisciplina entre os jovens e os estudantes locais por meio das artes cénicas.   INFORMAÇÕES EXTRAS Neste intercâmbio de jovens irão participar jovens da Espanha (4 + 1), Itália (4 + 1) Lituânia (4 + 1), Turquia (4 + 1), […]

Intercâmbio Juvenil – INTERCULTURAL PERFORMANCE FOR SOCIAL CHANGE! (ALEMANHA)



As obras do eixo verde e azul já começaram em Sintra. Ao longo do mês de maio puderam ver-se, na encosta do Monte Abraão que desce até ao rio Jamor, máquinas da Câmara Municipal de Sintra (CMS) a trabalhar e a mover terras. Primeiro pânico, depois a questão: então e as hortas?   Uma curta caminhada ao longo do rio permitiu ver que a maior parte das hortas ainda existe, muito embora se note que algumas já foram abandonadas pelos seus hortelãos, provavelmente também assustados com as máquinas da Câmara. É incrível, como tão pouco tempo bastou para que esse abandono se traduzisse em mato desordenado e lixo – evidenciando este facto, mais uma vez, a importância das hortas para a manutenção das margens do rio.                                         Margem sem horta                                                                                     Margem com horta   Queríamos saber […]

As obras começaram: e as hortas?


Linz, Austria | 5-12 Novembro   DESCRIÇÃO ESCAPE é um projeto de parceria juvenil (ERASMUS + Program Key Action 1 TRAINING) que visa desenvolver as competências dxs Youth Workers e formadoras/es que trabalham com jovens. Os principais tópicos abordados pelo projeto são o diálogo intercultural, a inclusão e o uso de ferramentas e métodos criativos no trabalho com jovens. As/os participantes esperadxs no projeto terão a experiência de trabalhar com jovens e um interesse ativo em usar o teatro. A abordagem metodológica do projecto será centrada na educação não formal, e os métodos de trabalho incluirão ferramentas de teatro, formação de equipa, debates, grupos de trabalho, workshops, sessões de avaliação e actividades de continuação.   OBJETIVOS Promover a consciência cultural nos participantes e o seu processo de aprendizagem intercultural; Oferecer aos participantes uma abordagem metodológica clara e novas ferramentas baseadas no teatro e na criatividade; Compartilhar entre os métodos de trabalho criativos […]

Curso de Formação – Escape (AUSTRIA)



CATALUNHA | 18 – 25 Setembro   DESCRIÇÃO Este é um projeto de parceria juvenil (ERASMUS + Program Key Action 1 TRAINING) que visa desenvolver as competências dxs Youth Workers e formadoras/es que trabalham com jovens. Os principais tópicos abordados pelo projeto são o diálogo intercultural, a inclusão e o uso de ferramentas e métodos criativos no trabalho com jovens. As/os participantes esperadxs no projeto terão a experiência de trabalhar com jovens e um interesse ativo em usar o teatro. A abordagem metodológica do projecto será centrada na educação não formal, e os métodos de trabalho incluirão ferramentas de teatro, formação de equipa, debates, grupos de trabalho, workshops, sessões de avaliação e actividades de continuação. OBJETIVOS Promover a consciência cultural nos participantes e o seu processo de aprendizagem intercultural; Oferecer aos participantes uma abordagem metodológica clara e novas ferramentas baseadas no teatro e na criatividade; Compartilhar entre os métodos de […]

Curso de Formação – Creativity as a tool for Youth Workers and Treiners (CATALUNHA)


Targoviste, Roménia | 20-29 de Agosto de 2018 Entre 20 e 29 de agosto, a Academia Cidadã enviou alguns jovens portugueses para a cidade de Targoviste, na Roménia, onde foram recebidos pela nossa associação parceira BeYou Romania, no projeto Ative Citizenship. Este projeto abordou o tema do ativismo, consciencializando *s participantes sobre a importância de sua participação ativa nos níveis local, nacional e global, através da educação não formal. Uma vez que o envolvimento ds jovens na sociedade é essencial para o bom funcionamento e continuidade da democracia, estamos felizes por ter dado *aos jovens portugueses a oportunidade de se empoderarem com este projecto. Este Curso de Formação foi concebido para desenvolver o pensamento crítico ns participantes, mostrando-lhes as várias formas de se ser ativ nas suas sociedades. As várias facetas da participação política e social foram-lhes apresentadas. Assim, os participantes puderam reconhecer que ser um* cidadão* ativ* não é […]

Curso de Formação – Active Citizenship (ROMÉNIA)



Discurso da Academia Cidadã na Marcha do Orgulho LGBTI+ de Lisboa 2018     Hoje fizemos soar o apito para mais um campeonato da luta pelos direitos LGBTI+. Porque, infelizmente, em muitos países do mundo ser quem somos ainda é punido com pena de morte. Por isso, sabemos que ainda há muitos golos por marcar! Enquanto na Rússia acontece o Campeonato do Mundo, pessoas LGBTI+ continuam a ser perseguidas e discriminadas. Postas fora de jogo da dignidade humana. E da Tchethénia não esquecemos as vítimas que morrem às mãos do Estado! Chega de hipocrisia! O mínimo que Portugal devia fazer era boicotar esta competição! Além disso, o Governo Português remata à trave, dentro da NATO, quando não impede que o Estado Turco ponha em campo uma táctica de limpeza étnica no Curdistão. E quando não defende os Palestinianos da política de apartheid do Estado de Israel! A nós, o esquadrão […]

O nosso mundial é por um Portugal menos desigual (VÍDEO)


“Sem 12 de Março e Que Se Lixe a Troika, não teria havido ‘geringonça’ e o país não teria o único Governo não austeritário da Europa” – Guya Accornero Mas Accornero aponta para movimentos relativamente novos, como o Habita e o Stop Despejos!, que “já fazem um trabalho incrível quando o direito à habitação está cada vez mais em risco”. Labrincha fala de um activismo que se abriu, saiu de Lisboa e do Porto, e se atomizou em movimentos que trabalham em diferentes áreas, chegando assim cada vez a mais gente. E sim, também ele, um dos organizadores do 12 de Março, acredita que sem esse dia o Governo actual nunca teria existido. Lembrando os obstáculos enfrentados por menos de meia dúzia de “putos mal chegados a Lisboa” até serem levados a sério e encontrarem pessoas como Raquel Freire e Sérgio Vitorino, especialmente activos no movimento LGBT, que acreditaram neles […]

Maio de 68 – 50 anos depois: A década em que se voltou a exigir democracia na rua