Repúdio aos Eurodeputados que votaram contra a Busca e Salvamento no Mediterrâneo 4


Partilhar / Share

Caros Eurodeputados que votaram contra a Resolução sobre a Busca e o Salvamento de Vidas Humanas no Mediterrâneo,


Uma Europa que deixa os vizinhos implorando auxílio a morrer à sua porta não pode ter orgulho no que se tornou.

Sabendo da orientação de voto por vós exercida no Parlamento Europeu, a 24 de outubro, vimos expressar o nosso profundo repúdio. Pois ela desrespeita frontalmente a Declaração Universal dos Direitos Humanos, nomeadamente o direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal (artigo 3º), o direito de abandonar o país em que se encontra, incluindo o seu (13º), e o de procurar asilo noutros países (14º), entre outros.

Temos vergonha e asco dos votos que exerceram por cruelmente negarem os princípios mais básicos de dignidade e proteção da vida humana. O vosso voto não representa os portugueses mas uma mentalidade oportunista, assente no calculismo político-partidário, que mostra a face de uma Europa desumana e assassina. Uma mentalidade que a extrema-direita tem promovido e que, agora, a dita “direita moderada” pretende cavalgar, com discursos racistas, discriminatórios e simplistas.

Dizem-se democratas e cristãos, mas o vosso voto nem foi democrático nem cristão.

Um ato democrático teria obrigatoriamente que garantir o cumprimento dos Direitos Humanos, o combate ao racismo e à discriminação. Mas o vosso voto é uma sentença capital que transforma o Mar Mediterrâneo numa gigante vala comum.

E muito menos é um ato cristão, pois é desumano, baseado no ódio e na indiferença face à miséria. São estes os valores que o vosso Europeísmo Cristão defende?

No vosso voto não cabe o Cristo de Isaías. O Cristo que é refúgio para os pobres, para os necessitados e aflitos. No vosso voto também não cabem as palavras do Papa Francisco quando nos diz que “Encontramos Jesus no pobre, no rejeitado, no refugiado. Não deixemos que o medo nos impeça de acolher o próximo necessitado!” Porventura não vos lembrais de que malditos são os que defraudam os direitos dos estrangeiros e dos órfãos e das viúvas?

Se um dia a Europa voltar a cair nas mãos do fascismo, serão vocês e os vossos colegas da “direita moderada” europeia os principais responsáveis pois, com escolhas políticas como a que tomaram na votação desta Resolução, abrem de forma escancarada uma porta que devíamos, a bem da democracia, manter bem fechada.

Despedimo-nos com votos de condolências pela vossa consciência. E que os gritos de angústia e terror que nos chegam do Mediterrâneo vos persigam até ao fim dos vossos dias.

Com sentido repúdio,
A Academia Cidadã

Créditos da foto: Nilüfer Demir from DHA Agency (Turkey) / Páginas oficiais de Facebook dos 2 políticos


Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

4 thoughts on “Repúdio aos Eurodeputados que votaram contra a Busca e Salvamento no Mediterrâneo

  • Neusa Sobrinho Amtsfeld

    Não, não se pode conceber um mundo onde não haja dignidade humana; um lugar na terra para todos. É um crime o que os senhores eurodeputadas cometem. Tenha vergonha e consciência do mal que reina nos vossos corações que, batem sem razão. Que tal ver os vossos filhos nas mesmas condições? Pensem seus atrofiados mentais! Tenham vergonha!

  • Teresa

    Também eu fiquei indignada quando comecei a ver este tipo de notícia/comentário. Entretanto fui tentar perceber o que se passou e de facto ninguém votou expressamente no não salvamento de refugiados. Surpreende-me a mim contudo que uma organização como a vossa não tenha feito esse esforço e que esteja agora a dar um vínculo político incriminando a direita pelo sucedido.

    Em resumo houve varias propostas de diferentes orientações políticas, os deputados de esquerda votaram contra as propostas apresentadas pela direita e os de direita contra as propostas apresentadas pela esquerda (grosso modo). Dizer que os de direita votaram contra o salvamento de refugiados não é correcto caso contrário o mesmo argumento também funcionava para os deputados de esquerda quando votaram contra as propostas apresentadas pela direita.

    Somos todos a favor do salvamento de refugiados independentemente da nossa cor, religião ou orientações Políticas. Reduzir esta questão simplesmente a esquerda ou direita sendo a direita o demônio e a esquerda os bons de coração não me parece que seja sério nem que resolva questão nenhuma. Esperava muito mais de vós.