#nuncamais


A Academia Cidadã celebrou no dia 15 de maio o seu 10º aniversário de existência e, em parceria com o “Setenta e Quatro”, conversámos online à volta da questão “vivemos no país mais seguro do mundo ou no da CMTV?” O mote da Academia Cidadã foi lançado pelas pessoas que organizaram o Protesto da Geração à Rasca, de 12 de março de 2011, que inaugurou uma nova forma de participação cidadã na Europa, ao ser convocado nas redes sociais e sem apoios partidários ou institucionais. Pouco mais de um ano depois, a 15 de maio de 2012, foi registada a Academia Cidadã, com o objetivo de impulsionar a cidadania ativa e a construção de raízes de desenvolvimento com princípios de sustentabilidade social, económica e ambiental. A comemoração do aniversário aconteceu numa conversa transmitida em direto no Facebook da Academia Cidadã.  A organização da última sessão da segunda temporada de Conversas #nuncamais, que têm como objetivo […]

10º aniversário da Academia Cidadã a falar de jornalismo e segurança


A Academia Cidadã celebra dia 15 de maio dez anos de existência e, na próxima terça-feira, às 21:30, em parceria com o “Setenta e Quatro”, conversamos online à volta da questão “vivemos no país mais seguro do mundo ou no da CMTV?” O mote da Academia Cidadã foi lançado pelas pessoas que organizaram o Protesto da Geração à Rasca, de 12 de março de 2011, que inaugurou uma nova forma de participação cidadã na Europa, ao ser convocado nas redes sociais e sem apoios partidários ou institucionais. Pouco mais de um ano depois, a 15 de maio de 2012, foi registada a Academia Cidadã, com o objetivo de impulsionar a cidadania ativa e a construção de raízes de desenvolvimento com princípios de sustentabilidade social, económica e ambiental. A comemoração do aniversário acontecerá na próxima terça-feira, às 21h30, numa conversa transmitida em direto no Facebook da Academia Cidadã. A participação será […]

Jornalismo e segurança nos 10 anos da Academia Cidadã



A 18 de janeiro de 2022, às 21h30, convidamos-te a conversar com:  ANA GOMES, segunda candidata mais votada em eleições presidenciais (2021), ex-Eurodeputada, ex-Embaixadora, membro do Partido Socialista.  SUSANA COROADO, Presidente da Transparência Internacional Portugal, investigadora no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e bolseira Re:Constitution.  A política corrompe todas as pessoas que nela se envolvem?  Estará a corrupção relacionada com a economia e/ou a cultura de um país?  Serão umas pessoas mais corruptíveis que outras por questões genéticas ou étnicas? Filho de corrupto, corrupto será?  Os políticos são o reflexo de um povo? Está apenas presente na política ou existe microcorrupção generalizada no nosso país?  Em Portugal, 88% das pessoas acreditam que há corrupção no Governo e 41% pensam que a corrupção aumentou no último ano, segundo um estudo da Transparência Internacional feito em 2020.  A cada dois meses, na terceira terça-feira, lançamos uma nova pergunta baseada num preconceito veiculado por movimentos de extrema-direita. Vamos refletir e encontrar estratégias para desmontar discursos discriminatórios, xenófobos e simplistas.  Conversas #nuncamais […]

Os políticos são todos corruptos?


A 16 de novembro, às 21h30 (hora PT) e 18h30 (hora BR), convidamos-te a conversar com:  RITA VON HUNTY (Guilherme Pereira), youtuber, sociólogo, drag queen  JOSÉ MANUEL PUREZA, deputado do Bloco de Esquerda  Serão a extrema-direita e a extrema-esquerda polos opostos do mesmo espetro?  Será a esquerda radical a defensora suprema dos direitos humanos e do progresso ou a fonte de destruição dos costumes e da propriedade privada?  Será a extrema-direita a defensora suprema dos bons costumes e da tradição ou fonte de discriminação e de um regime previsivelmente violador dos direitos humanos?  Não é extremista impormos que todos sejamos moderados?  A cada dois meses, na terceira terça-feira, lançamos uma nova pergunta baseada num preconceito veiculado por movimentos de extrema-direita. Vamos refletir e encontrar estratégias para desmontar discursos discriminatórios, xenófobos e simplistas.  Conversas #nuncamais é uma das atividades da campanha #nuncamais para valorizar e fortalecer a democracia, identificando e desconstruindo práticas e discursos antidemocráticos.  25 de Abril sempre, fascismo #nuncamais 

Extrema-direita e extrema-esquerda são a mesma coisa?



Convidados: Diogo Faro (humorista)Manuel Monteiro (jornalista) Só podemos fazer humor com um homem, branco, cis e hetero?  Quem define os limites entre humor negro, piada de mau gosto e discriminação?  O politicamente correto é uma ferramenta para travar a liberdade de expressão?   Trata-se de um ataque à língua como património cultural imaterial ou uma forma de incluir pela linguagem?  Teremos entrado numa ditadura do discurso?  Esta conversa aconteceu a 21 de setembro às 21:30 exclusivamente online, em livestream no Facebook e Instagram da Academia Cidadã e através de videoconferência.

VÍDEO: Diogo Faro e Manuel Monteiro “O politicamente correto limita a liberdade de expressão?”


A 21 de setembro de 2021, às 21h30, convidamos-te a conversar com:  DIOGO FARO, humorista MANUEL MONTEIRO, autor do livro “Sobre o Politicamente Correcto”,  jornalista Só podemos fazer humor com um homem, branco, cis e hetero?  Quem define os limites entre humor negro, piada de mau gosto e discriminação?  O politicamente correto é uma ferramenta para travar a liberdade de expressão?   Trata-se de um ataque à língua como património cultural imaterial ou uma forma de incluir pela linguagem?  Teremos entrado numa ditadura do discurso?  A cada dois meses, na terceira terça-feira, lançamos uma nova pergunta baseada num preconceito veiculado por movimentos de extrema-direita. Vamos refletir e encontrar estratégias para desmontar discursos discriminatórios, xenófobos e simplistas.  Conversas #nuncamais é uma das atividades da campanha #nuncamais para valorizar e fortalecer a democracia, identificando e desconstruindo práticas e discursos antidemocráticos.  25 de Abril sempre, fascismo #nuncamais 

O politicamente correto limita a liberdade de expressão?



2
Conversa #nuncamais Especial A 12 de março de 2021, às 21h30, dia que marca o décimo aniversário da primeira manifestação de massas na Europa convocada por um grupo de amigos através das redes sociais, três das pessoas que organizaram o Protesto da Geração à Rasca e que são ativistas da Academia Cidadã, Alexandre de Sousa Carvalho, Francisco Venes e João Labrincha, moderam uma conversa para a qual convidam duas pessoas a refletir sobre o que se fez daí até ao presente. E sobre o que precisamos de fazer pelo e no futuro. Sara Araújo, investigadora no CES-UC sobre direitos humanos e interculturalidade, acesso à justiça, justiça comunitária, ecologia de saberes e de justiças. Sinan Eden, fundador e ativista do coletivo Climáximo, conhecido por um combate às alterações climáticas que não se separa da luta pelos direitos humanos, equidade na distribuição de recursos e de poder. Na terceira terça-feira de cada […]

10 anos depois da Geração à Rasca, continuamos?


Convidadx: Joana Catarino e Pedro Pais (Rede Ex Aequo)Moderação: Ana Cordeiro e Joana Dias (Academia Cidadã) Quando: 17 de novembro de 2020, às 21h30 Assiste ao livestream no facebook ou instagram da Academia CidadãParticipana conversa através deste link (Zoom) Já por vários momentos, Portugal tem assistido a um debate público, alimentado por falsas acusações e desinformação, sobre a endoutrinação de ideologias de género causada pelas formações do Projecto Educação LGBTI nas escolas básicas e secundárias em Portugal. O Estudo Nacional sobre o Ambiente Escolar, de 2016/17, revela que 61,1% das pessoas inquiridas afirma ouvir comentários homofóbicos na escola “de forma regular ou frequente” e três quartos dos estudantes afirmam que nunca assistiram a uma abordagem positiva sobre questões LGBTI nas aulas.No início do ano lectivo 2020/21 convidámos a Rede Ex Aequo para conversarmos sobre os 15 anos deste projecto educativo, o impacto desta formações e os desafios atuais.Vens conversar connosco? […]

Formações LGBTI em escolas subvertem as crianças? CONVERSA #nuncamais



Quando: 20 de outubro de 2020, às 21h30 Assiste ao livestream no facebook ou instagram da Academia CidadãParticipa na conversa através deste link (Zoom) Moderação: Ricardo Esteves Ribeiro, jornalista do FumaçaConvidado: Paulo Pena, jornalista do Investigate Europe Há uma fábrica de mentiras e, dentro dela, um processo organizado para falsificar ou manipular intencionalmente aquilo que deveriam ser notícias. Não são, de facto. Fake news não são notícias, nem enganos. Em tempo recorde, o termo que antes descrevia um fenómeno de redes sociais tornou-se num clichê jornalístico e numa arma de arremesso político. O seu potencial de desinformação passou a atingir milhões de pessoas quando os seus produtores perceberam o quão facilmente podiam lucrar com isso: plataformas com o Google e o Facebook continuam a pagar uma verba em publicidade por cada clique que uma notícia falsa tem, alimentado o negócio de dinheiro fácil. E, à boleia dos algoritmos, a ficção […]

As fake news elegeram Trump e Bolsonaro? CONVERSA #nuncamais


Convidada: Alexa Santos (INMUNE – Instituto da Mulher Negra em Portugal)Moderação: Joana Dias (Academia Cidadã) Quando: 16 de junho de 2020, às 21h30 Participa na conversa através deste link (Zoom)ouAssiste ao livestream no facebook da Academia Cidadã A conquista de espaço e voz política por parte de movimentos LGBTI+ e feministas tem originado nos últimos anos uma reação de movimentos conservadores que atacam uma suposta “ideologia de género”, destruidora dos valores da “família tradicional”. Mas o que é esta ideologia? E o que é a família tradicional? Como é que as construções de género condicionam as nossas vidas? Quem é que, no fim de contas, não deixa as crianças em paz? Para esta conversa convidámos a Alexa Santos, do INMUNE – Instituto da Mulher Negra em Portugal, feminista, ativista LGBTI+ e queer, autora do blog “Queering Style”.Vens conversar connosco? Esta conversa #nuncamais integra a programação da campanha #ContinuamosAMarchar da Marcha […]

A “ideologia de género” destrói a família tradicional? CONVERSA #nuncamais