O Estágio acabou mas é para ficar


Partilhar / Share

Sei que tinha prometido escrever antes. Mas o trabalho foi tanto que não houve tempo. Vejam na nossa página de Facebook e confirmem que não deu para parar.

Chegámos ao fim de cinco dias intensos, de partilha e de convívio. De aprendizagem e de criação de ligações.

 

 

Foram dias, quase demasiado, cheios. As ligações entre todos foram crescendo como raízes a uma velocidade alucinante e, no fim, ninguém queria vir embora.

Trabalhou-se imenso em todas a oficinas. Da cozinha à sala de teatro houve um pouco de tudo. As oficinas correram imensamente bem, posso dizer que a comida que surgiu delas era de chorar por mais. E o teatro? Foi intenso e sincero, teve a capacidade de por toda a gente a pensar em dificuldades que se enfrentam no dia a dia. E ficámos com caixas que agora têm uma vida nova e tanto jeito vão dar, graças ao upcycling.

É gratificante ver o esforço de todos a resultar em coisas tão boas e tão sérias.

Entre trabalho e diversão, noites de pouco sono e mergulhos na piscina, tudo fica na memória.

 

 

Como uma semente que foi posta no chão, agora é continuar a trabalhar e ver o trabalho e toda esta gente crescer. Esperemos que a incubadora de acção que desenvolvemos continue em cada projecto e que daí se colham frutos.

As mensagens que o Jorge Pina e o Bruno Gomes deixaram a todos nas conversas que tivemos vão ressoar nas cabeças durante muito tempo, temos certeza. É inspirador ver tanta esperança e disponibilidade.

A todos os que participaram agradecemos, sem reservas, tudo o que deram.

O pessoal do Dá-te ao Condado – E6G e da Associação Nacional de Futebol de Rua ficam, para sempre, ligados à Quinta do Cabrinha.

À Cris, à Maria João e à Judite, o nosso eterno obrigado pelo trabalho que fizeram com toda a gente. Foram incansáveis e exemplares.

Ao Carlos e ao Miguel, os dinamizadores comunitários do Dá-te ao Condado – E6G e da Associação Nacional de Futebol de Rua, respectivamente, um abraço enorme por toda a ajuda na organização.

O nosso muito obrigado à Associação Spin por nos receber.

Vamos para o fim de semana com o cansaço que um atleta sente no fim de uma competição. Aquele misto de dor e alegria.

Agora é deitar com um sorriso e pensar em tudo o que aconteceu.

Mais virá. Continuemos.

Até já!


Outros Campeonatos é um projeto da Academia Cidadã, que visa promover a cidadania ativa na comunidade da Quinta do Cabrinha, em Alcântara.

Financiado pelo BIP/ZIP da C.M. Lisboa e em parceria com a Junta de Freguesia de Alcântara, o grupo de jovens “Ventos de Mudança”, a Associação Nacional de Futebol de Rua e o Lisbon Sustainable Tourism.

Outros Campeonatos promove o fortalecimento social do bairro do Cabrinha, fomentando organização comunitária, capacidade de iniciativa local e maior consciência democrática. Também desenvolve uma abertura do bairro à sociedade em geral, reforçando a sua integração na cidade. As principais estratégias de ação são o futebol de rua e o turismo. Eventos de futebol de rua atraem os residentes do bairro, a intervir e participar na sua organização e implementação – com a facilitação de ferramentas e processos de participação organização cidadã. As visitas turísticas ajudam a repensar o bairro, abrindo a comunidade a novas experiências de cidadania.

Deixar um comentário