2018


A Marcha do Orgulho LGBTI+ de Lisboa irá novamente colorir as ruas de Lisboa no dia 16 junho de 2018, a partir das 17h. Na sua 19ª edição, a MOL, abraça a inclusão e a representatividade das pessoas intersexo, pelo que o evento passa a chamar-se Marcha do Orgulho LGBTI+. Tal como nos anos anteriores, será organizada por um conjunto de associações, núcleos estudantis e coletivos informais, que convida Lisboa a marchar, do Príncipe Real à Ribeira das Naus. No ano de 2018, é seguro dizer que muitos foram os direitos conquistados pela comunidade. Porém, não devemos cair no erro de pensar que “todo o trabalho já está feito”. A MOL 2018 tem como objetivo principal relembrar os decisores políticos, a sociedade civil e a opinião pública que há muitas questões ainda por resolver. Nomeadamente, no acesso à saúde, na proteção contra discriminações, na autodeterminação das identidades de género e […]

Nós vamos à Marcha do Orgulho LGBTI+ de Lisboa 2018!


Sorteio terá lugar no dia 23 de abril de 2018, às 18:30 Local: Ministério da Saúde (Avenida João Crisóstomo, Lisboa)   100: é o número de pessoas que terão acesso a PrEP – Profilaxia Pré-Exposição, conforme anunciado pelo Ministério da Saúde. 1000+: é o número anual de novas infecções pelo VIH. A PrEP é uma estratégia complementar e eficaz de prevenção pela toma de um medicamento, mas está refém de lógicas de lucro e falta de vontade política. Um bom PrEPTexto para reclamar (entre outras emergências): – PrEP sem mais demoras, para quem a procure, para quem precisa. – que o governo assuma as responsabilidades face à epidemia; – planeamento estratégico e investimento no combate às IST’s e no SNS. – um verdadeiro acesso universal. É o que faremos na próxima segunda-feira, dia 23 de Abril de 2018, pelas 18h30, com o início da distribuição de bilhetes para a “Lotaria […]

Lotaria de acesso à Pílula Mágica que previne o VIH



A campanha Empregos para o Clima visa combater a precariedade laboral e climática e lutar por um mundo socialmente justo e ambientalmente são. A campanha propõe realizar esta transformação através da criação de emprego público digno e estável em setores estratégicos, para reduzir as emissões de gases de efeito de estufa na atmosfera. Verificamos que o aquecimento global causa impactos desiguais e socialmente injustos, afetando sobretudo as populações mais vulneráveis, excluídas, e precárias, e salientamos a forte recomendação, expressa no mesmo relatório, de que os governos tomem medidas concertadas e imediatas para reduzir significativamente as emissões de gases de efeito de estufa, para evitar uma subida catastrófica na temperatura global até ao fim do século. Assim sendo, e tendo em vista os claros indícios de que o aquecimento global afeta já padrões climáticos por todo o planeta, é com grande desilusão que observamos não se ter chegado ainda a um […]

A Academia Cidadã apoia a campanha Empregos para o Clima