2015


O Algarve fervilhou de ideias, troca de experiências activistas e de democracia participativa. A Academia Cidadã foi convidada pela ECOS a participar na Conferência Internacional do projecto Round Trip e não podíamos faltar!   Toda a informação sobre este evento, que começou dia 25 e decorreu até 27, pode ser encontrada aqui  

Loulé a ferver com activistas de toda a Europa


Em 2014, a Pakhuis de Zwijger (organização cultural da cidade de Amesterdão) teve a ideia das Metropolitan Field Trips. As cidades estão constantemente em mudança, surgem iniciativas de pequena escala que tentam dar resposta às mais diversas questões sobre como sermos “donos da cidade” e como participarmos na sua evolução. Durante as Field Trips, nas maiores cidades europeias, os participantes aprendem sobre as diversas abordagens de iniciativas-base e sobre a relação entre emergentes city makers, órgãos de planeamento, governo local e outras instituições. As Field Trips têm, por isso, como objetivo um melhor entendimento de todo o processo de transição e servem como uma oportunidade de troca de conhecimentos entre os parceiros na Europa. O programa começou às 16h do dia 8, com o ponto de encontro para as boas-vindas em Holzmarkt. O Holzmarkt está localizado numa antiga área abandonada à beira-rio. Esteve destinado a ser vendido como parte do […]

A Academia Cidadã numa Berlim em transição



Pelo segundo ano estivemos nos Dias Europeus da Cidadania, organizados pela plataforma de organizações Fórum Cívico Europeu (FCE), de que a Academia Cidadã faz parte da direcção. No 10º aniversário da plataforma FCE, o evento decorreu no mesmo local onde esta nasceu, o Conselho da Europa, instituição responsável pela garantia do respeito pelos Direitos Humanos, formada por todos os países do continente (incluindo os que não fazem parte da União Europeia).   Vídeo da sessão de abertura: Durante dois dias debateram-se e desenvolveram-se estratégias de parceria para tornar mais eficiente o trabalho das ONGs europeias nas principais temas que afectam a União Europeia.   Pudemos ouvir em primeira mão o testemunho de três refugiados sírios, explicando-nos o que esperavam da Europa e da nossa actuação enquanto sociedade civil organizada, tanto para os acolher como para focarmos a pressão para uma actuação com vista à pacificação dos territórios em guerra de […]

Refugiados, austeridade e a resposta dos movimentos sociais | European ...


A Academia Cidadã esteve na Hungria, de 16 a 17 deste mês numa reunião entre organizações da sociedade civil húngaras e internacionais, e inteirou-se dos recentes ataques e ameaças feitas pelo governo de extrema-direita nacionalista de Budapeste. Estamos a criar laços e estratégias comuns para lutar contra este ataque (que inclui acusações infundadas a ONGs, buscas policiais sem mandato às suas sedes, constantes difamações na imprensa e a tentativa de bloquear fundos internacionais de chegar às associações que trabalham pela defesa da democracia, direitos de refugiados, pessoas LGBT, ciganas e de outras minorias) e a aprender a evitar semelhantes actos nos nossos países.   Muitos destes conhecimentos serão transmitidos nos workshops que iremos realizar em várias escolas secundárias em Portugal, que têm como objectivo empoderar jovens para lutarem pelos seus direitos cívicos.   Este encontro e os workshops fazem parte do projecto de parceria internacional Citizen-Rights. Veronika Móra, directora da […]

Estivemos na Hungria a (aprender a) defender a Democracia



Perante a situação de crise económica e de emergência social presente em cada vez mais regiões da União Europeia importa pensar em soluções que, mais do que ajudar as pessoas em apuros a ultrapassar os seus problemas financeiros, soluções que ajudem a criar formas inovadoras de organização social, alternativas às que o sistema capitalista nos possibilita. No Congresso de Economia Solidária, o SOLIKON 2015, que se realizou em Berlim, de 10 a 13 de setembro, procurou-se partilhar e discutir abordagens, visões e práticas acerca de novas formas de atividade económica, baseadas na solidariedade e na sustentabilidade. A Academia Cidadã esteve presente! Clica aqui para ler o resto do artigo.

SOLIKON, a criar alternativas de Lisboa a Berlim


Depois de organizar em Lisboa o encontro de activistas REAGE-CRIA COMUNIDADE, a Academia Cidadã está presente em Varsóvia para o encontro dedicado ao tema da Cultura. Juntxs estamos a partilhar alternativas à austeridade sustentáveis e com respeito pela cidadania europeia, bem como pelos direitos humanos. Soluções que, através da cultura e do empoderamento cívico, têm em conta as pessoas, os animais e a natureza, em vez de apenas os mercados e os grandes interesses financeiros. Mais informações aqui. Acção de apoio axs antigxs trabalhadorxs da gigante e histórica fábrica de tractores Ursus, que viram o seu posto de trabalho desmantelado progressivamente e que hoje pedem a criação de um museu.  

Reage-Cria Cultura em Varsóvia. Estamos presentes!



  Grassroots movements, cooperatives, ecovillages, NGOs, collectives and individuals are showing worldwide, with their own lives, that it is possible, practical and efficient to avoid capitalist crisis circles. By cooperating. In urban areas as in the countryside, it is possible to live, produce our own energy and food respecting the planet, the animals and people.   After the first edition’s success, Citizenship Academy organises once again the experience-sharing debate “Living in another World” between community based, social and ecological projects. Together with first edition’s guests there will be people from town based communities that share with the rural ones the same goals, ways of doing and thinking.   This event is part of CREATE-REACT from the CITIZEN-RIGHTS partnership project. Learn more about the whole event about Community in Lisbon here .   Free entrance 11th July, Saturday, 21h, in Casa da Cultura de Sacavém, Lisboa, Portugal   Guests (confirmed): Centro […]

Living in another World 2 – International Meeting – 11th ...


1
  Movimentos sociais, cooperativas ecoaldeias, colectivos e indivíduos de todo o mundo mostram dia a dia que já existem alternativas práticas e viáveis às cíclicas crises do capitalismo, através da cooperação comunitária. Na cidade, como no campo, é possível viver, produzir a própria energia e alimentação respeitando o Planeta, os animais e as pessoas.   Depois do sucesso da primeira edição, a Academia Cidadã volta a organizar o debate de troca de experiências entre projectos comunitários de sustentabilidade ecológica e social “Viver num outro Mundo”.   Para além dos convidados na primeira edição, estarão presentes representantes de comunidades urbanas que partilham com as de âmbito rural os mesmos objectivos, formas de estar e de actuar. Além disso, contaremos pela primeira vez com vários activistas internacionais, visto que o evento estará inserido na formação “Reage Cria: Comunidade”, de que a Academia Cidadã é parceira, pelo que a língua do debate será o […]

Viver num outro Mundo 2 – Encontro Internacional – 11 ...



1
O Enrique Flores, para além de um grande amigo, é também uma das figuras centrais do Movimento 15M, em Espanha. Através do trabalho de ilustração política que tem realizado, sobretudo no registo das muitas iniciativas desenvolvidas por esse movimento, desde 2011, o Enrique oferece-nos novas perspetivas acerca da realidade, num olhar lúcido, crítico e bem disposto, através de uma linguagem muito pessoal, mas, ao mesmo tempo, universal. Tivemos a sorte de o ter tido connosco durante a Primavera Cidadã – Semana da Cidadania 2015, e que ele tenha trazido, na sua mala, um caderno e alguns pincéis!    

Reportagem Ilustrada Primavera Cidadã


Hoje podes ajudar um projecto que alertará para os perigos da austeridade, da xenofobia e do populismo de extrema-direita através de várias formações, dinâmicas e conferências que serão oferecidas a escolas e a outras organizações locais e internacionais. Basta entrar aqui e apoiar (clicar em SUPPORT, registar-te no site, confirmar o registo no teu email e voltar a clicar de novo em SUPPORT) o projecto “Playing an Alternative Europe: The State of Beyond”, de que a Academia Cidadã é parceira, promovido pela European Alternatives. Quanto mais votos, maior a probabilidade de sermos seleccionados, por isso, aproveita também para partilhar esta mensagem usando as caixas que aparecem do lado direito. Não há inevitabilidades! Uma Europa alternativa é possível!

Precisamos do teu clique por uma Europa sem austeridade, racismo ...



6
  PROGRAMA: (clicar em cada dia para mais informações)      “Se não puder dançar, não é a minha revolução” – Emma Goldman (evento no facebook)  Uma festa, toda a gente! (evento no facebook)     O sonho comanda a vida quando a falar é que a gente se entende! (evento no facebook) A PRIMAVERA CIDADÃ 2015 tem também atividades para cerca de duas dezenas de ativistas estrangeiros. Vêm de vários países europeus para conhecer projetos que dão alma à região de Lisboa e a tornam mais viva, justa, solidária e sustentável. As organizações que abrem as suas portas são: Pendão em Movimento (Queluz), Moinho da Juventude (Cova da Moura), Salamandra Dourada (Ameixoeira), Renovar a Mouraria, Chapitô (Alfama), A Música portuguesa a gostar dela própria (Alcântara), Rés do Chão (Santa Catarina), Horta da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Lisbon Sustainable Tourism e Cozinha Popular da Mouraria.

PRIMAVERA CIDADÃ | 12-14 Março | Concertos, cinema, DJ, workshop ...