Laboratório da Democracia


70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos Como seria a sociedade sem organizações não-governamentais? Qual é a relevância da Sociedade Civil para a proteção dos Direitos Humanos? Celebra-se os 70 anos da Declaração Universal, mas será que todos os Direitos Humanos estão garantidos para todas as pessoas? No dia 10 de dezembro, poderás conhecer o trabalho de mais de 16 organizações da sociedade civil que trabalham na proteção doos Direitos Humanos em Portugal. Apesar de se celebrar os 70 anos da Declaração Universal, atualmente, os Diteiros Humanos estão sob ameaça na Europa pelo avanço de forças anti-democráticas. Por isso, no dia 10 vamos refletir o papel, a ação e o impacto da Sociedade Civil e ainda iremos discutir um plano conjunto, entre participantes e organizações, sobre uma ação efetiva para proteger os Direitos Humanos e a Democracia numa época em que ambos estão ameaçados. O #NoDayWithoutUs é um evento […]

Nenhum Dia Sem Nós – 70 Anos de Direitos Humanos – 10 de Dezembro


Convite à Sociedade Civil de Portugal   No âmbito do 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, o European Civic Forum (ECF) está a mobilizar-se! O NO DAY WITHOUT US é um conjunto de ações simultâneas que terão como objetivo disseminar o impacto de muitos coletivos da sociedade civil que trabalhem na proteção dos Direitos Humanos. Este conjunto de ações decorrerá por diversos pontos da Europa no dia 18 de dezembro de 2018. As ações estão a ser organizadas por organizações-membro do ECF. Estas visam não só celebrar os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, como também sensibilizar as pessoas para a importância da sociedade civil na defesa do que este documento representa. Enquanto organização membro, a Academia Cidadã está responsável pela organização da ação em Lisboa. De modo a promover o impacto da sociedade civil em Portugal, pensamos em facilitar um evento onde estarão presentes membros […]

NO DAY WITHOUT US!



2017, um ano memorável em que fizemos ouvir a voz dos cidadãos e contribuímos decisivamente para colocar o direito à habitação e o direito à cidade na agenda da  comunicação social e dos órgãos  do poder levando à criação da Secretaria de Estado da Habitação e à elaboração da Lei de Bases sobre a Habitação. muito mais está por fazer pois o que o Governo e o Parlamento anunciam não dá resposta à especulação nem põe fim aos despejos. muito mais está por fazer, pois prossegue a reconfiguração da cidade, como  parque turístico e parque imobiliário. apoiámos e continuaremos a apoiar cidadãos e organizações que no terreno sustentam a luta dos moradores pelo direito à habitação e a luta  contra os despejos, com destaque para os moradores da Rua dos Lagares.   Lançámos a petição “Carta Aberta: Morar em Lisboa” e o blogue moraremlisboa.org Encontrámo-nos com representantes eleitos e organizações […]

O ano em que a cidadania forçou o Estado a pensar a habitação


A campanha Empregos para o Clima visa combater a precariedade laboral e climática e lutar por um mundo socialmente justo e ambientalmente são. A campanha propõe realizar esta transformação através da criação de emprego público digno e estável em setores estratégicos, para reduzir as emissões de gases de efeito de estufa na atmosfera. Verificamos que o aquecimento global causa impactos desiguais e socialmente injustos, afetando sobretudo as populações mais vulneráveis, excluídas, e precárias, e salientamos a forte recomendação, expressa no mesmo relatório, de que os governos tomem medidas concertadas e imediatas para reduzir significativamente as emissões de gases de efeito de estufa, para evitar uma subida catastrófica na temperatura global até ao fim do século. Assim sendo, e tendo em vista os claros indícios de que o aquecimento global afeta já padrões climáticos por todo o planeta, é com grande desilusão que observamos não se ter chegado ainda a um […]

A Academia Cidadã apoia a campanha Empregos para o Clima



Após a tendência do século XX de casas okupadas, trazemos para o século XXI uma nova necessidade: okupar rios. Ao usar modelos económicos insustentáveis, as comunidades urbanas têm perdido os seus rios como um bem comum. É urgente resgatar a relação antiga entre ambos. Como okupar um rio é uma ferramenta de aprendizagem de investigação e desenvolvimento, que visa mostrar como uma comunidade pode resgatar um rio pelo bem comum.     A relação rio-cidade é essencial para o desenvolvimento urbano. A disponibilidade de água foi sempre um dos factores decisivos para o estabelecimento definitivo das populações. Com o avanço industrial, as relações rio-cidade mudaram. Existe uma separação funcional, causada por grandes obras de correcção perpetradas nos rios urbanos, agravadas pelos fortes níveis de poluição de dos leitos e margens. Se os maiores rios são utilizados quase que exclusivamente para fins económicos, os mais pequenos, geralmente extremamente poluídos, constituem, nas […]

Como okupar um rio – introdução ao projeto


2
No seguimento da Masterclass sobre Turismo e Gentrificação foram editados um documentário, uma curta-metragem e um livro, disponíveis aqui (em inglês): Curta-metragem: STADSLAB – City Making & Tourism Gentrification Lisbon from Fabio Petronilli on Vimeo.   Documentário: YOU’LL SOON BE HERE from Fabio Petronilli on Vimeo.   Livro: Booklet Masterclass Lisboa

Documentário + curta + livro: Masterclass Turismo & Gentrificação



Junta-te às milhares de pessoas e dezenas de organizações preocupadas com o aumento exponencial dos preços da habitação em Lisboa e com os fenómenos de exclusão provocados pelo turismo em massa e a especulação imobiliária. Em cerca de uma semana mais de 2500 já assinaram. Assina também a “Carta Aberta: Morar Em Lisboa“. Foram solicitadas audiências ao Ministro do Ambiente, à Presidente da Comissão de Habitação da Assembleia da República, ao Presidente da Câmara Municipal e à Presidente da Assembleia Municipal. A Academia Cidadã é uma das organizações promotoras que tem vindo a lutar contra o fenómeno da gentrificação, que fere o direito à habitação nas nossas cidades, tendo já realizado diversas iniciativas ao longo dos últimos anos para sensibilizar o público e pressionar os vários níveis de poder. Também tu podes intervir! Assina aqui e ajuda a divulgar!

Petição: assina pelo direito à habitação a Carta Aberta – Morar Em Lisboa




Entrada grátis. Segue-se um debate aberto com a participação de Margarida David Cardoso (Público) e Forum dos Cidadãos. Temos o prazer de te convidar a participar, no próximo dia 10 de Janeiro (terça-feira), às 21h, em mais um Cine-Café, a ter lugar no Lisboa Vadia (Rua de São Mamede ao Caldas nº 33 A, Lisboa). “TERRAMOTOURISM” Um documentario do colectivo Left Hand Rotation Música: Ricardo jacinto Sinopse A 1 de novembro de 1755 um terramoto destruiu a cidade de Lisboa. O seu impacto foi tal que deslocou o homem do centro da criação. As suas ruínas legitimaram o despotismo esclarecido. Lisboa hoje treme novamente, abalada por um sismo turístico que transforma a cidade a velocidade de cruzeiro. O seu impacto desloca o morador do centro da cidade. Que novos absolutismos encontrarão aqui o seu álibi? Enquanto o direito à cidade derruba-se, afogado pelo discurso da identidade e do autêntico, a cidade […]

Exibição do “Terramotourism” + debate aberto


Temos o prazer de te convidar a participar, no próximo fim-de-semana, num conjunto de atividades sobre a Gentrificação em Lisboa, resultantes da Master Class “Gentrification, Tourism and Citymaking”:   Domingo, 16 de Outubro 13h00: Lançamento do booklet da Master Class Apresentação pelo Prof. Marc Glaudemans (Stadslab – European Urban Design) com a presença  da reitora da Fontys-Tilburg University (Holanda), Karen Neervoort. Local: CIM – Centro de Inovação da Mouraria (entrada pela Travessa dos Lagares).   11h00: Exibição do documentário  “Em Breve Estarás Aqui” + Visita Guiada Filme do realizador Fabio Petronilli, sobre a Mouraria e a Master Class, seguindo-se uma visita guiada pelo arquiteto Nuno Simões, que desenhou o CIM, a outros projectos de reabilitação da Mouraria (mediante inscrição para leonor@academiacidada.org). Local: CIM – Centro de Inovação da Mouraria (entrada pela Travessa dos Lagares).   Sábado, 15 de Outubro 15h00: Estreia do documentário “Em Breve Estarás Aqui” Ambas as exibições […]

Fim-de-semana sobre Turismo e Gentrificação



Os ideais para discutirmos e criarmos alternativas face a questões como a pobreza urbana;  a urgência de planeamentos urbanos mais democráticos e participativos, que respondam de forma mais justa às necessidades dos novos recém-chegados e vítimas de guerra; a construção de espaços públicos mais inclusivos; e os efeitos negativos da gentrificação, foram os temas centrais deste encontro de quatro dias do City Makers Summit, marcado pela companhia de tantos projetos que, dia após dia, fazem a diferença, numa perspetiva local, regional, nacional e internacional.   Os cidadãos-políticos   A ideia de fazer a cidade é sem dúvida um movimento político. Movimento esse que inclui todas as pessoas com vontade de reclamar uma cidade que promova sobretudo ações com mais poder participativo, e que encorajem mudanças no programa urbano e social. Ao reclamarmos o direito ao espaço público (ou aos espaços heterotópicos que Lefebvre aclamava) como uma “estratégia de sobrevivência”, confrontamo-nos […]

Porque a cidade é de quem a quiser


Entre os dias 27 e 30 de Maio de 2016 a fundação Pakhuis de Zwijger, na Holanda, promoveu o encontro de mais de 600 ativistas, vindos dos quatro cantos de Europa. A estes ativistas apelidou de “City Makers”, cuja tradução à letra para português é “Fazedores da Cidade”, pelo seu envolvimento em ações de democratização das cidades, enquanto espaços de inclusão, prosperidade e resiliência. Foi então durante o “City Makers Summit”, a “Cimeira dos Fazedores da Cidade”, que as seis centenas de ativistas se encontraram, para falar sobre os principais problemas das suas cidades, e das práticas que têm vindo a ser desenvolvidas para os resolver.   Fazedores da Cidade   Visita ao centro de Zaanstad, que foi completamente renovado nos últimos 5 anos, procurando oferecer mais inclusão, funcionalidade e beleza visual.   Esta cimeira tinha dois objetivos principais. O primeiro era o de oferecer aos participantes visitas a projetos […]

Façamos uma Europa da Democracia



Síntese por Igor Marko Fotos @ Academia Cidadã e participantes da Master Class   A regeneração urbana de um estudo de caso altamente desafiador foi centrada num dos bairros mais antigos de Lisboa – Mouraria.   Lisboa Masterclass # 1 – Explorando Mouraria – análise do local, observação e mapeamento   Paula Marques, vereadora do pelouro da Habitação da Câmara Municipal de Lisboa, abrindo a Master Class e deixando um desafio aos participantes: “lançar propostas à CML!”   A Mouraria teve origem como um bairro mouro do século 13 e manteve-se uma área marginal do centro. Hoje em dia,  zonas da Mouraria são afetadas pelo turismo, outras ainda estão negligenciadas, com altos níveis de população migrante e habitação . Os preços baixos dos imóveis  e a proximidade com outras zonas turísticas (Alfama, Castelo) levanta  hipóteses realistas de que Mouraria irá enfrentar grande afluxo de investimentos em imóveis e infra-estrutura turística, […]

Master Class “City Making and Tourism Gentrification”


A Academia Cidadã convida todxs xs cidadãxs a participar num debate informal, aberto e dinâmico sobre a democracia direta, seguido de jantar vegano e de projeção de um filme (a anunciar em breve). O evento terá lugar no dia 14 de maio, pelas 18h30, na Fábrica de Alternativas (Rua Margarida Palla, 19A – Algés) O objetivo é discutir o tema da democracia, principalmente a direta, em Portugal, dando a conhecer a experiência dxs convidadxs e a tua. Presenças confirmadas: -Isabel Pires- deputada pelo Bloco de Esquerda -Paulo Muacho- membro do Livre -Rodrigo Morais- estudante de Ciência Politica (ISCTE) -Leonor Duarte- ativista da Right2Water e STOP TTIP -Marcelo Yamada- ativista da Academia Cidadã Junta-te a nós! O jantar tem o valor simbólico de 4€, que será partilhado entre a Academia Cidadã e a Fábrica de Alternativas e é limitado a 30 pessoas, pelo que pedimos o pagamento antecipado e inscrição neste link. […]

Democracia hoje: Participativa ou Decorativa? | 14 Maio – Algés



Este filme será projetado com o apoio do Center for Responsible Travel.     O impacto ambiental do turismo em massa é o tema central da nossa 4ª sessão do Cine Café Turistificação, a ser realizada no dia 17 de Maio às 21h30, no bar Lisboa Vadia (ao Caldas), em Lisboa. The Goose With the Golden Eggs, filme produzido pelo Center for Responsible Travel, examina o impacto ambiental que o turismo de resort e cruzeiros traz às comunidades habitantes da costa do Pacífico, na Costa Rica. Com um número cada vez maior de investimentos privados nestas áreas, como é o caso da privatização das praias ou da construção de grandes Hotéis multinacionais e de condomínios fechados, este documentário tem como principal objetivo retratar as dificuldades que as comunidades da costa do Pacífico enfrentam para terem acesso a bens como a água (usada sobretudo para “alimentar” piscinas e campos de golfe), […]

CINEMA GRÁTIS: “The Goose with the Golden Eggs” I Cine Café Turistificação


No dia 6 de abril, no Renovar a Mouraria, a Academia Cidadã promoveu um encontro para falar acerca dos efeitos do turismo em massa na cidade de Lisboa. Com a participação activa das pessoas presentes, procuramos soluções práticas, tendo em vista a promoção de um equilíbrio entre o turismo e a vida local. A hora tardia e o forte vento não demoveram as pessoas de participar e de permanecer, até altas horas, na esplanada do Beco do Rosendo! Conceitos, tais como, turistificação, gentrificação, direito à habitação, direito à cidade, espaço público, reabilitação urbana ou turismo sustentável, foram questionados, clarificados, discutidos, redefinidos.     Começámos a conversa pelo caso do Bairro Alto, discutindo as consequências da falta de civismo de muitas das pessoas que visitam esse bairro, como a destruição de património, excesso de ruído e sujeira. A situação está num ponto tal que, recentemente, alguns turistas penduraram-se numa varanda, até […]

Como promover turismo sustentável em Lisboa?



15 a 22 de Abril I Mouraria, Lisboa O Master Class “Tourism Gentrification and City-making” é desenvolvido pelo Stadslab (Fontys – Universidade de Ciências Aplicadas de Tilburg, Holanda), em parceria com a Academia Cidadã. Tem como objetivos lançar um olhar sobre o impacto que o turismo em massa tem na cidade de Lisboa e produzir soluções na área do planeamento urbanístico que evitem situações de exclusão social e económica através da especulação imobiliária, a falta de serviços públicos ou o desaparecimento de habitação a preços acessíveis para a maioria da população. A Master Class está destinada a jovens profissionais das áreas do urbanismo, desenho urbano ou arquitetura e a área de intervenção é o bairro da Mouraria. No âmbito da Master Class serão realizadas algumas atividades públicas.   18 Abril I 12h00 I Centro de Inovação da Mouraria Seminário: Placemaking e Desenvolvimento Urbano Sustentável, por Igor Marko, Marko&Placemakers London ENTRADA […]

Master Class “City Making and Tourism Gentrification”


“Barcelona? Um parque temático”. É assim que começa o documentário que iremos passar na próxima sessão do Cine-Café Turistificação, dia 19 de Abril, pelas 21h30, no Lisboa Vadia. Bye bye Barcelona é o desabafo documental de Eduardo Chibás sobre o turismo de massas, onde se debate a relação entre a vida local e os turistas. Nascido em Caracas, Venuzuela, Chibás assume nunca ter conhecido as Ramblas dos barcelonenses. Vive, porém, há tempo suficiente para sentir os impactos negativos da turistificação daquela que é a 4º cidade mais visitada da Europa, a seguir a Londres, Roma e Paris, e líder no número de cruzeiros que recebe do continente e do Mediterrâneo. Este fenómeno muito tem afetado o número cada vez menor de moradores do centro de uma cidade cada vez mais cara. Muitos dos cerca de 30 mil turistas que chegam diariamente em cruzeiros à cidade de Barcelona não veem como […]

CINEMA GRÁTIS: “Bye bye Barcelona” I Cine Café Turistificação



[artigo redigido por Leonor Duarte, Sara Aranha e Joana Dias]   No passado dia 15 de março, no Lisboa Vadia, teve lugar mais um debate sobre a turistificação de Lisboa, depois da projeção de Cidade Guiada, documentário realizado por Catarina Leal. Foi uma noite cheia de ideias, com a presença da realizadora Catarina Leal, do investigador e professor João Seixas e de Joana Jacinto, fundadora do projeto Lisbon Sustainable Tourism. Com eles, protestamos, discutimos ideias e preocupações, mas também procurámos soluções para um fenómeno que muito tem afetado todxs nós.   Como é que se paga 2€ por um copo de vinho que, ainda por cima, não é nada de especial?   Muitas foram as críticas e as perguntas. Foi um momento forte, onde se ouviram pessoas de várias idades, desde comerciantes a estudantes e artistas, portugueses e estrangeiros. A Catarina Leal começou por nos revelar a sua principal motivação […]

Haverá vida depois do turismo?


Renovar a Mouraria I 6 de abril I 21h30 ENTRADA GRATUITA O que está a acontecer ao Centro Histórico de Lisboa? A escalada na perda de população nos últimos 3 anos levou já os 4 presidentes das Juntas de Freguesia a tomar uma posiçäo pública. Abaixo dos 10 mil habitantes as Juntas perderão significativamente poder de actuação. E nós os cidadãos o que estamos dispostos a fazer? A pretexto do turismo vende-se a cidade ao desbarato, pululam hoteis, hostels e apartamentos para acomodação temporária, assegura-se um rendimento de 4% nos investimentos de luxo, destroem-se lugares que dão identidade à cidade, reabilita-se apenas em função do turismo, despejam-se inquilinos, especula-se com os preços e torna-se impossível a habitação. Nós, na Academia Cidadã e no Renovar a Mouraria queremos continuar a reflectir e a contribuir para uma tomada de atitude por parte dos cidadãos. Vens também?

Tertúlia I Como promover turismo sustentável em Lisboa?



Realizado por Catarina Leal no âmbito do Mestrado que desenvolveu em Antropologia, Cidade Guiada documenta um dos maiores problemas vividos actualmente no centro histórico de Lisboa: a gentrificação pelo turismo. Fenómeno há muito observado em cidades como Barcelona, Berlim ou Londres, a gentrificação é um sintoma urbano, que afecta sobretudo as populações mais desprotegidas que habitam as cidades. O turismo representa um dos principais recursos adoptados para dinamizar a economia em bairros como a Graça, Alfama e Mouraria. Com uma indústria cada vez mais sustentada na população estrangeira, revalorizam-se e reabilitam-se bairros portugueses todos os dias. Já com poucos moradores antigos, deles só restam as fachadas dos prédios.   Cidade Guiada lança ainda uma questão cada vez mais pertinente: como se requalifica um bairro ou uma cidade ao serviço da população e não do turismo?   A projecção do filme será seguida por um debate, com a presença da realizadora […]

CINEMA GRÁTIS: “Cidade Guiada” I Cine Café Turistificação


Turistificação, mas que grande palavrão! Lisboa Vadia I 16 Fevereiro I 21h30   Com estreia no ano passado no cinema e rodado em pouco mais de um mês, “Alto Bairro” dá voz às pessoas que sempre lá viveram e aquelas que tiveram que sair. Do realizador Rui Simões, este documentário retrata um bairro em constante mudança, dos anos 50 até aos dias de hoje. Lugar de prostituição e boémia, “Alto Bairro” apresenta-nos, primeiro, uma Lisboa típica dos cafés e das mercearias de rua, das antigas pensões e das roupas estendidas à janela, testemunhada, entre a calma das tardes e a azáfama das noites, pelos mesmos moradores que têm visto o despejo de muito comércio local, a degradação de escolas, a construção em massa de hostels e hotéis, a poluição nas ruas e a exclusão social. A projeção do filme, que tem o apoio da produtora Real Ficção, será seguida por […]

CINEMA GRÁTIS: “Alto Bairro” | Cine-Café Turistificação



    O documentário deste mês: “One for the river” (2015) O que é o TTIP? O TTIP (Transatlantic Trade and Investment Partnership), tal com outros tratados, está a ser negociado em grande segredo. Tem como finalidade “harmonizar” regulamentos existentes na UE e nos EUA, relativos a uma série de diferentes indústrias. Desafia leis que protegem o meio ambiente, refreiam os interesses corporativos, protegem a segurança alimentar, promovem energias renovadas e contêm práticas arriscadas como a extração do gás de xisto. O TTIP poderá limitar a capacidade das autoridades públicas, em decidir como disponibilizar serviços públicos como a água. Pior, o TTIP irá favorecer as companhias que violarem as leis estabelecidas localmente, e forçar-nos-á a gastar dinheiros públicos, ou na luta contra grandes negócios, ou então que alteremos as nossas leis, de forma a agradar os interesses do capital – ou então as duas hipóteses. Um tribunal arbitral criado acima […]

CINEMA GRÁTIS: One for the river | Cine Café Transatlântico


15 de dezembro, às 21h30 @ Lisboa Vadia (Rua de  S. Mamede 33A, Lisboa) O objetivo deste Cinecafé é promover a discussão, consciência e conhecimento acerca da ISDS (Investor-State Dispute Settlement), também contemplada no TTIP.   O documentário deste mês: “TTIP Might is Right” (2015) evento   Sinopse O acordo de comércio livre proposto entre os Estados Unidos e a Europa (TTIP) causa preocupação acerca do direito europeu à auto-determinação. A parte mais controversa do TTIP é o ISDS – mecanismo de resolução de litígios entre investidores e o Estado ( (investor-state dispute settlement). O ISDS tornará possível que as empresas processem os governos que prejudicarem os seus investimentos. Mas será este sistema de arbitragem, em que poucos advogados de investimento decidem sobre milhões do dinheiro dos contribuintes, uma proteção dos nossos interesses de negócio ou uma ameaça à democracia?   O que é o TTIP? O TTIP (Transatlantic Trade […]

CINEMA GRÁTIS: TTIP Might is right | Cine Café Transatlântico



Em 2014, a Pakhuis de Zwijger (organização cultural da cidade de Amesterdão) teve a ideia das Metropolitan Field Trips. As cidades estão constantemente em mudança, surgem iniciativas de pequena escala que tentam dar resposta às mais diversas questões sobre como sermos “donos da cidade” e como participarmos na sua evolução. Durante as Field Trips, nas maiores cidades europeias, os participantes aprendem sobre as diversas abordagens de iniciativas-base e sobre a relação entre emergentes city makers, órgãos de planeamento, governo local e outras instituições. As Field Trips têm, por isso, como objetivo um melhor entendimento de todo o processo de transição e servem como uma oportunidade de troca de conhecimentos entre os parceiros na Europa. O programa começou às 16h do dia 8, com o ponto de encontro para as boas-vindas em Holzmarkt. O Holzmarkt está localizado numa antiga área abandonada à beira-rio. Esteve destinado a ser vendido como parte do […]

A Academia Cidadã numa Berlim em transição


Para todxs xs cidadãxs | Entrada grátis 17 de novembro, às 21h30 Lisboa Vadia (Rua de  S. Mamede 33A, Lisboa) evento no FB O objetivo deste Cinecafé é promover a discussão, consciência e conhecimento acerca da privatização da água, também contemplada no TTIP. O TTIP (Transatlantic Trade and Investment Partnership), tal com outros tratados, está a ser negociado em grande segredo. Tem como finalidade “harmonizar”  regulamentos existentes na UE e nos EUA, relativos a uma série de diferentes indústrias. Desafia leis que protegem o meio ambiente, refreiam os interesses corporativos, protegem a segurança alimentar, promovem energias renovadas e contêm práticas arriscadas como a extração do gás de xisto.   O TTIP poderá limitar a capacidade das autoridades públicas, em decidir como disponibilizar serviços públicos como a água. Pior, o TTIP irá favorecer as companhias que violarem as leis estabelecidas localmente, e forçar-nos-á a gastar dinheiros públicos, ou na luta contra […]

Cinema grátis: documentário FLOW | Cine-Café Transatlântico



Pelo segundo ano estivemos nos Dias Europeus da Cidadania, organizados pela plataforma de organizações Fórum Cívico Europeu (FCE), de que a Academia Cidadã faz parte da direcção. No 10º aniversário da plataforma FCE, o evento decorreu no mesmo local onde esta nasceu, o Conselho da Europa, instituição responsável pela garantia do respeito pelos Direitos Humanos, formada por todos os países do continente (incluindo os que não fazem parte da União Europeia).   Vídeo da sessão de abertura: Durante dois dias debateram-se e desenvolveram-se estratégias de parceria para tornar mais eficiente o trabalho das ONGs europeias nas principais temas que afectam a União Europeia.   Pudemos ouvir em primeira mão o testemunho de três refugiados sírios, explicando-nos o que esperavam da Europa e da nossa actuação enquanto sociedade civil organizada, tanto para os acolher como para focarmos a pressão para uma actuação com vista à pacificação dos territórios em guerra de […]

Refugiados, austeridade e a resposta dos movimentos sociais | European Civic Days 2015


ENTRADA GRÁTIS – 20/10/15 21:30 Vem beber um café ou aparece antes para jantar e, no final do filme, debater connosco a tua segurança e privacidade. Local: Rua de São Mamede ao Caldas nº 33 A Lisboa Organização: parceria entre a Academia Cidadã e Lisboa Vadia ‘Em Janeiro de 2013, a documentarista Laura Poitras recebe um “email” encriptado de alguém que se denomina de “Citizenfour”. Nessa mensagem, são-lhe oferecidas informações inéditas sobre práticas de escutas ilegais da Agência de Segurança Nacional (NSA) e outros serviços secretos norte-americanos. Poitras trabalhava há anos num filme sobre a monitorização de escutas efectuadas no pós-11 de Setembro e utilizadas ilegalmente pelos serviços de segurança dos EUA. Em Junho do mesmo ano, ela e o repórter Glenn Greenwald decidem viajar até Hong Kong (China), para o primeiro de muitos encontros com o autor daquela mensagem, que mais tarde se apresenta pelo nome de Edward Snowden. […]

Exibição do documentário “CITIZENFOUR” | Cine-Café Transatlântico



  Grassroots movements, cooperatives, ecovillages, NGOs, collectives and individuals are showing worldwide, with their own lives, that it is possible, practical and efficient to avoid capitalist crisis circles. By cooperating. In urban areas as in the countryside, it is possible to live, produce our own energy and food respecting the planet, the animals and people.   After the first edition’s success, Citizenship Academy organises once again the experience-sharing debate “Living in another World” between community based, social and ecological projects. Together with first edition’s guests there will be people from town based communities that share with the rural ones the same goals, ways of doing and thinking.   This event is part of CREATE-REACT from the CITIZEN-RIGHTS partnership project. Learn more about the whole event about Community in Lisbon here .   Free entrance 11th July, Saturday, 21h, in Casa da Cultura de Sacavém, Lisboa, Portugal   Guests (confirmed): Centro […]

Living in another World 2 – International Meeting – 11th July 2015


1
  Movimentos sociais, cooperativas ecoaldeias, colectivos e indivíduos de todo o mundo mostram dia a dia que já existem alternativas práticas e viáveis às cíclicas crises do capitalismo, através da cooperação comunitária. Na cidade, como no campo, é possível viver, produzir a própria energia e alimentação respeitando o Planeta, os animais e as pessoas.   Depois do sucesso da primeira edição, a Academia Cidadã volta a organizar o debate de troca de experiências entre projectos comunitários de sustentabilidade ecológica e social “Viver num outro Mundo”.   Para além dos convidados na primeira edição, estarão presentes representantes de comunidades urbanas que partilham com as de âmbito rural os mesmos objectivos, formas de estar e de actuar. Além disso, contaremos pela primeira vez com vários activistas internacionais, visto que o evento estará inserido na formação “Reage Cria: Comunidade”, de que a Academia Cidadã é parceira, pelo que a língua do debate será o […]

Viver num outro Mundo 2 – Encontro Internacional – 11 de Julho 2015



O que pensas dos organismos geneticamente modificados? Junta-te a conversar à mesa do café, no Lisboa Vadia, no dia 19 de maio, a partir das 21h30. E vem assistir ao documentário GMO OMG. Antes e depois a conversa estará animada, porque o tema dá muito que falar. A entrada é gratuita!   Clica na imagem para abrir o evento no facebook:   Desde os anos 50 têm sido desenvolvidas inúmeras experiências de engenharia genética, aplicadas à indústria agro-alimentar. O objetivo é obter organismos geneticamente modificados (OGM), cujas características interessem ao produtor, por exemplo um cereal resistente aos vírus, insetos e herbicidas. É em 1994 que se produz o primeiro alimento geneticamente modificado, e ao mesmo tempo transgénico, um tomate com a propriedade de ter um amadurecimento retardado.   Contudo, os perigos que estas novas formas de vida representam para nós e para o meio ambiente são ainda em grande parte […]

Sabes o que andas a comer? Vem conversar e assistir ao GMO OMG


O futuro do planeta está nas tuas mãos. Vem assistir ao documentário Gasland e debater abertamente sobre o “fracking”, ou fracturação hidráulica, técnica que permite a extração de gás de xisto, considerado um dos processos de produção de energia mais agressivos ambientalmente.   A tua ajuda é muito importante: confirma a tua presença e partilha o evento no facebook, aqui.   Quinta-feira, 16 de Abril, às 21:30, no Lisboa Vadia (Rua de São Mamede ao Caldas nº 33 a, Alfama)   A técnica de extração do gás não convencional consiste na injeção de toneladas de água misturada com produtos químicos e areia para gerar fraturas na rocha. Toda a água usada no processo de extração retorna à superfície, poluída por hidrocarbonetos e por outros compostos e metais presentes na rocha, bem como pelos próprios aditivos químicos.   O desenvolvimento não pode ser só crescimento económico. Tem que ser sustentável e […]

GASLAND exibição grátis + debate | 1º Cine-Café Transatlântico



1
O Enrique Flores, para além de um grande amigo, é também uma das figuras centrais do Movimento 15M, em Espanha. Através do trabalho de ilustração política que tem realizado, sobretudo no registo das muitas iniciativas desenvolvidas por esse movimento, desde 2011, o Enrique oferece-nos novas perspetivas acerca da realidade, num olhar lúcido, crítico e bem disposto, através de uma linguagem muito pessoal, mas, ao mesmo tempo, universal. Tivemos a sorte de o ter tido connosco durante a Primavera Cidadã – Semana da Cidadania 2015, e que ele tenha trazido, na sua mala, um caderno e alguns pincéis!    

Reportagem Ilustrada Primavera Cidadã


6
  PROGRAMA: (clicar em cada dia para mais informações)      “Se não puder dançar, não é a minha revolução” – Emma Goldman (evento no facebook)  Uma festa, toda a gente! (evento no facebook)     O sonho comanda a vida quando a falar é que a gente se entende! (evento no facebook) A PRIMAVERA CIDADÃ 2015 tem também atividades para cerca de duas dezenas de ativistas estrangeiros. Vêm de vários países europeus para conhecer projetos que dão alma à região de Lisboa e a tornam mais viva, justa, solidária e sustentável. As organizações que abrem as suas portas são: Pendão em Movimento (Queluz), Moinho da Juventude (Cova da Moura), Salamandra Dourada (Ameixoeira), Renovar a Mouraria, Chapitô (Alfama), A Música portuguesa a gostar dela própria (Alcântara), Rés do Chão (Santa Catarina), Horta da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Lisbon Sustainable Tourism e Cozinha Popular da Mouraria.

PRIMAVERA CIDADÃ | 12-14 Março | Concertos, cinema, DJ, workshop de dança, debates…



Dias 27 e 28 de Junho realizaram-se, em Sevilha, as Jornadas  Europeias de Educação para a Cidadania Democrática e os Direitos Humanos, organizada pela a Fundação Cives, juntamente com a Citizens for Europe e a DARE. O espaço foi cedido pelo Parlamento da Andaluzia. Depois de também em Espanha a disciplina de Formação Cívica ter saído do currículo (contra as recomendações do Conselho da Europa),  a Academia Cidadã esteve presente na Mesa Redonda: “Educación para la Ciudadanía Democrática y los Derechos Humanos ante la crisis de la democracia” onde apresentou o caso português. André Lara, Sevilha, 28 de Julho de 2014

Academia Cidadã @Jornadas Europeias de Educação para a Cidadania 2014, Sevilha


Nos dias 25, 26 e 27 de junho a Academia Cidadã está em Atenas para integrar o Fórum Cívico Europeu [FCE] e participar no encontro os ‘Dias da Cidadania Europeia 2014’. Para além da participação nos trabalhos, temo-nos encontrado com organizações e pessoas que, de diversas formas, têm estado activamente envolvidas na construção de uma sociedade mais justa, inclusiva e democrática, num país onde a austeridade tem sucessivamente vindo a destruir cada vez mais vidas. A Academia Cidadã passará a integrar o Fórum Cívico Europeu [FCE] porque entende que a luta pelas causas que defende é, também, europeia e global. Os desafios que enfrentamos enquanto sociedade são enormes mas não são exclusivos de cada país. Só através de uma acção política coordenada a nível internacional poderemos ambicionar uma real mudança de paradigma social e económico, onde o peso da finança não esmague a justiça social, onde os mercados sejam regulados pela […]

A Academia Cidadã está em Atenas, Grécia



No passado dia 3 de maio recebemos a visita da Caravana Transeuropa, projeto desenvolvido pela organização não-governamental (ONG) European Alternatives, que quer promover a democracia, a igualdade e a cultura através das nações. O encontro deu-se pelo meio da tarde de sábado, em Alfama, e duraria até ao início dessa noite. A equipa da Caravana, composta por quatro pessoas, começou por apresentar o projeto e seus objetivos. O propósito da visita era, por um lado, divulgar o Manifesto dos Cidadãos produzido pela ONG, por outro, conhecer a nossa organização, e ainda discutir e encontrar formas concretas de colocar as propostas presentes no Manifesto em ação. Depois, foi a vez da Academia Cidadã apresentar-se. Seguindo os princípios da educação não-formal, realizamos dinâmicas simples que ajudaram a conduzir a reunião de uma forma fluída, mas rica em conteúdos. Assim, tivemos a oportunidade de discutir a razão de ali estarmos, as nossas ambições, […]

Caravana Transeuropa em Lisboa


1
O 1º debate da história com os movimentos que organizaram as grandes manifestações dos últimos anos: CGTP — Libério Domingues, Geração à Rasca — João Labrincha, Plataforma 15 Outubro — Sofia Rajado, Que se Lixe a Troika — Joaquim Paulo Nogueira; Modera: São José Almeida, jornalista do Público 14 de Novembro de 2013 Grandes manifestações: derrotas, conquistas e desafios para as formas de contestação da actualidade. Com este debate informal, Academia Cidadã quer ajudar a criar alternativas políticas, económicas e sociais à austeridade que nos destrói como indivíduos e como comunidade. Queremos que as pessoas se juntem, saiam de casa e venham reflectir connosco para, no futuro, actuarmos melhor e em cooperação.Todos os eventos da semana serão gratuitos e organizados por um grupo de activistas da Academia Cidadã que se recusa a emigrar. Este evento integra a semana de actividades “Ocupa o espaço, torna-o Público” da Academia Cidadã, de 12 […]

GRANDES MANIFESTAÇÕES – PARA QUE SERVEM? | Vídeo do Debate



Produzir a própria energia e alimentação respeitando o Planeta, os animais e as pessoas é possível. Acontece em dezenas de projectos de sustentabilidade, negócios ambientalmente conscientes e eco-comunidades espalhadas de norte a sul de Portugal. Num contexto de crise, a subsistência e a boa gestão de recursos naturais ganham um novo significado. Conhecer pessoas e projectos que poupam sem desprezar o conforto, a modernidade e a tecnologia nunca pareceu tão útil. Por isso, o Laboratório-Vivo da Sustentabilidade, da Academia Cidadã, convidou quem já o está a fazer para vir a Lisboa partilhar a experiência no debate “Viver num outro Mundo”. Estiveram presentes Alfredo Cunhal, da Herdade do Freixo do Meio, que contou como é gerir uma das maiores e mais antigas quintas biológicas do país, em Montemor-o-Novo. Odemira traz-nos Martin Winiecki, de Tamera, uma eco-aldeia que é um biótopo de cura, Lucie, do Centro de Convergência, e Rita Alegria, da […]

VIVER NUM OUTRO MUNDO – encontro de eco-aldeias, projectos e ideias | Vídeo do Debate


12-16Nov | A Academia Cidadã na Trienal de Arquitectura de Lisboa 2013 | Sala da Nação – Embaixada de Terra Nenhuma, Galeria Carpe Diem Todas as informações no blogue do evento, aqui.

Semana “Ocupa o espaço, torna-o Público”