Laboratório da Democracia

Objectivos:

Formar um grupo de pessoas que inspire, idealize e integre os vários sub-projectos da Academia Cidadã com o Mundo.

Formar um grupo orgânico e dinâmico de pessoas, especialistas e leigos, para pesquisar e produzir pensamento alternativo em diversas temáticas, e para influenciar tomadas de decisão.

Organizar encontros regulares de pesquisa e reflexão, bem como eventos públicos onde se apresentem e discutam os resultados das pesquisas efectuadas.

Realizar conferências, seminários e universidades de verão.

Preparar campanhas de dinamização cultural e de promoção da economia social e solidária como paradigma de desenvolvimento que promova a sustentabilidade social, económica e ambiental.

Criar e apresentar propostas políticas para o país e para o mundo.

Constituir um grupo de acompanhamento que monitorize e avalie as decisões políticas, apresentando alternativas.

Produzir “livros brancos” (onde se apresentem alternativas) e “livros negros” (onde se apontem erros e fragilidades das decisões tomadas).

Promover, sempre que necessário, acções legais nas entidades e instituições competentes.


Projetos:


Notícias:


Relatório de Disseminação de Resultados No Day Without Us No dia 10 de dezembro de 2018, celebrou-se o aniversário de 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Neste dia, em Lisboa, a Academia Cidadã promoveu o encontro de representantes de mais de 20 organizações da Sociedade Civil de Portugal. Este evento, “No Day Without Us”, foi uma iniciativa do Fórum Cívico Europeu, que mobilizou várias organizações europeias para a celebração dos 70 de Direitos Humanos através da promoção de atividades online e eventos por toda a Europa no mês de dezembro de 2018. Em Lisboa, o “NoDayWithoutUs aconteceu no EKA Palace (Vila Maria Luísa) e contou com a presença das seguintes organizações: Ansol – Associação Nacional para o Software Livre ALEM – Associação Literatura, Literacia e Mediação APAC Portugal APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima Associação bué fixe Associação Cabelos Brancos CulturFACE Cuntroll Zine D3 – Direitos […]

Retrospectiva: Nenhum Dia Sem Nós – 70 Anos de Direitos Humanos – 10 de Dezembro


70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos Como seria a sociedade sem organizações não-governamentais? Qual é a relevância da Sociedade Civil para a proteção dos Direitos Humanos? Celebra-se os 70 anos da Declaração Universal, mas será que todos os Direitos Humanos estão garantidos para todas as pessoas? No dia 10 de dezembro, poderás conhecer o trabalho de mais de 16 organizações da sociedade civil que trabalham na proteção doos Direitos Humanos em Portugal. Apesar de se celebrar os 70 anos da Declaração Universal, atualmente, os Diteiros Humanos estão sob ameaça na Europa pelo avanço de forças anti-democráticas. Por isso, no dia 10 vamos refletir o papel, a ação e o impacto da Sociedade Civil e ainda iremos discutir um plano conjunto, entre participantes e organizações, sobre uma ação efetiva para proteger os Direitos Humanos e a Democracia numa época em que ambos estão ameaçados. O #NoDayWithoutUs é um evento […]

Nenhum Dia Sem Nós – 70 Anos de Direitos Humanos – 10 de Dezembro



Convite à Sociedade Civil de Portugal   No âmbito do 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, o European Civic Forum (ECF) está a mobilizar-se! O NO DAY WITHOUT US é um conjunto de ações simultâneas que terão como objetivo disseminar o impacto de muitos coletivos da sociedade civil que trabalhem na proteção dos Direitos Humanos. Este conjunto de ações decorrerá por diversos pontos da Europa no dia 18 de dezembro de 2018. As ações estão a ser organizadas por organizações-membro do ECF. Estas visam não só celebrar os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, como também sensibilizar as pessoas para a importância da sociedade civil na defesa do que este documento representa. Enquanto organização membro, a Academia Cidadã está responsável pela organização da ação em Lisboa. De modo a promover o impacto da sociedade civil em Portugal, pensamos em facilitar um evento onde estarão presentes membros […]

NO DAY WITHOUT US!


2017, um ano memorável em que fizemos ouvir a voz dos cidadãos e contribuímos decisivamente para colocar o direito à habitação e o direito à cidade na agenda da  comunicação social e dos órgãos  do poder levando à criação da Secretaria de Estado da Habitação e à elaboração da Lei de Bases sobre a Habitação. muito mais está por fazer pois o que o Governo e o Parlamento anunciam não dá resposta à especulação nem põe fim aos despejos. muito mais está por fazer, pois prossegue a reconfiguração da cidade, como  parque turístico e parque imobiliário. apoiámos e continuaremos a apoiar cidadãos e organizações que no terreno sustentam a luta dos moradores pelo direito à habitação e a luta  contra os despejos, com destaque para os moradores da Rua dos Lagares.   Lançámos a petição “Carta Aberta: Morar em Lisboa” e o blogue moraremlisboa.org Encontrámo-nos com representantes eleitos e organizações […]

O ano em que a cidadania forçou o Estado a pensar a habitação



A campanha Empregos para o Clima visa combater a precariedade laboral e climática e lutar por um mundo socialmente justo e ambientalmente são. A campanha propõe realizar esta transformação através da criação de emprego público digno e estável em setores estratégicos, para reduzir as emissões de gases de efeito de estufa na atmosfera. Verificamos que o aquecimento global causa impactos desiguais e socialmente injustos, afetando sobretudo as populações mais vulneráveis, excluídas, e precárias, e salientamos a forte recomendação, expressa no mesmo relatório, de que os governos tomem medidas concertadas e imediatas para reduzir significativamente as emissões de gases de efeito de estufa, para evitar uma subida catastrófica na temperatura global até ao fim do século. Assim sendo, e tendo em vista os claros indícios de que o aquecimento global afeta já padrões climáticos por todo o planeta, é com grande desilusão que observamos não se ter chegado ainda a um […]

A Academia Cidadã apoia a campanha Empregos para o Clima


Após a tendência do século XX de casas okupadas, trazemos para o século XXI uma nova necessidade: okupar rios. Ao usar modelos económicos insustentáveis, as comunidades urbanas têm perdido os seus rios como um bem comum. É urgente resgatar a relação antiga entre ambos. Como okupar um rio é uma ferramenta de aprendizagem de investigação e desenvolvimento, que visa mostrar como uma comunidade pode resgatar um rio pelo bem comum.     A relação rio-cidade é essencial para o desenvolvimento urbano. A disponibilidade de água foi sempre um dos factores decisivos para o estabelecimento definitivo das populações. Com o avanço industrial, as relações rio-cidade mudaram. Existe uma separação funcional, causada por grandes obras de correcção perpetradas nos rios urbanos, agravadas pelos fortes níveis de poluição de dos leitos e margens. Se os maiores rios são utilizados quase que exclusivamente para fins económicos, os mais pequenos, geralmente extremamente poluídos, constituem, nas […]

Como okupar um rio – introdução ao projeto



2
No seguimento da Masterclass sobre Turismo e Gentrificação foram editados um documentário, uma curta-metragem e um livro, disponíveis aqui (em inglês): Curta-metragem: STADSLAB – City Making & Tourism Gentrification Lisbon from Fabio Petronilli on Vimeo.   Documentário: YOU’LL SOON BE HERE from Fabio Petronilli on Vimeo.   Livro: Booklet Masterclass Lisboa

Documentário + curta + livro: Masterclass Turismo & Gentrificação


Junta-te às milhares de pessoas e dezenas de organizações preocupadas com o aumento exponencial dos preços da habitação em Lisboa e com os fenómenos de exclusão provocados pelo turismo em massa e a especulação imobiliária. Em cerca de uma semana mais de 2500 já assinaram. Assina também a “Carta Aberta: Morar Em Lisboa“. Foram solicitadas audiências ao Ministro do Ambiente, à Presidente da Comissão de Habitação da Assembleia da República, ao Presidente da Câmara Municipal e à Presidente da Assembleia Municipal. A Academia Cidadã é uma das organizações promotoras que tem vindo a lutar contra o fenómeno da gentrificação, que fere o direito à habitação nas nossas cidades, tendo já realizado diversas iniciativas ao longo dos últimos anos para sensibilizar o público e pressionar os vários níveis de poder. Também tu podes intervir! Assina aqui e ajuda a divulgar!

Petição: assina pelo direito à habitação a Carta Aberta – Morar Em Lisboa




Entrada grátis. Segue-se um debate aberto com a participação de Margarida David Cardoso (Público) e Forum dos Cidadãos. Temos o prazer de te convidar a participar, no próximo dia 10 de Janeiro (terça-feira), às 21h, em mais um Cine-Café, a ter lugar no Lisboa Vadia (Rua de São Mamede ao Caldas nº 33 A, Lisboa). “TERRAMOTOURISM” Um documentario do colectivo Left Hand Rotation Música: Ricardo jacinto Sinopse A 1 de novembro de 1755 um terramoto destruiu a cidade de Lisboa. O seu impacto foi tal que deslocou o homem do centro da criação. As suas ruínas legitimaram o despotismo esclarecido. Lisboa hoje treme novamente, abalada por um sismo turístico que transforma a cidade a velocidade de cruzeiro. O seu impacto desloca o morador do centro da cidade. Que novos absolutismos encontrarão aqui o seu álibi? Enquanto o direito à cidade derruba-se, afogado pelo discurso da identidade e do autêntico, a cidade […]

Exibição do “Terramotourism” + debate aberto