O Cabrinha mapeado – mapeamentos coletivos na Quinta do Cabrinha


Partilhar / Share

Ao longo da implementação do Outros Campeonatos, enquanto pano de fundo das principais atividades do projeto, como os jogos de futebol de rua ou as visitas de turismo sustentável, foi desenvolvido um processo contínuo de mapeamento coletivo do bairro Quinta do Cabrinha.

 

O processo desenvolvido visou conhecer de forma simultaneamente mais ampla e profunda aspetos da realidade social do bairro. Queríamos saber como as pessoas vêm e usam o bairro Quinta do Cabrinha, as que lá moram, mas também as que vivem nas zonas circundantes; de que forma os habitantes do Cabrinha se relacionam entre si e com os espaços e recursos urbanos do bairro e arredores; também, de que forma os habitantes das zonas circundantes se relacionam com Cabrinha e têm acesso aos recursos que este disponibiliza; finalmente, o património imaterial do Cabrinha, os gostos, as vocações e os saberes dos que aí vivem, a história e as estórias que esta esconde, isto é, o património que faz parte da identidade cultural que forma a comunidade da Quinta do Cabrinha, hoje em dia.

Assim, os mapeamentos foram realizados em vários espaços, tais como, espaço base do Outros Campeonatos, locais públicos do bairro (pátios, cafés), zonas públicas fora do bairro (Junta de Freguesia, Romaria de Santo Amaro). Envolveram principalmente os habitantes do Cabrinha, mas também outras pessoas, nomeadamente, habitantes de outros bairros de Alcântara e arredores.

 

 

Foram realizados ao todo três exercícios de mapeamento, cujos resultados podem ser consultados nesta página:

 

Muito embora não tenham tido a visibilidade pública das outras atividades, os mapeamentos coletivos permitiram-nos ainda obter dados que sem dúvida serviram como elemento chave para o desenvolvimento harmonioso do Outros Campeonatos. Os resultado a que chegámos ao longo do tempo deram-nos a oportunidade de conhecer e diagnosticar os problemas locais, bem como conversar acerca das possíveis soluções, e assim aferir e monitorizar a implementação do Outros Campeonatos. Também nos forneceram dados para futuras intervenções no bairro.

O trabalho de mapeamento do Cabrinha não ficou terminado. Temos a convicção que se trata de um work in progress, que deverá ser continuado. Pois sabemos da importância de continuar a levantar a ponta do véu que ainda hoje tapa histórias improváveis, acontecimentos inesperados, mistérios que fazem parte do que é esta comunidade, seu passado, presente e futuro.

Deixar um comentário